Micro Inversor x Inversor String

Muitos se perguntam qual a diferença em se optar por um micro inversor no lugar de inversor “normal” string? O micro inversor tem a mesma função que o inversor solar tradicional: Transformar a energia elétrica produzida pelos painéis solares de Corrente Continua (CC) para Corrente Alternada (CA) e sincronizar o sistema fotovoltaico com a rede elétrica de sua casa ou empresa de uma forma segura e confiável. Porém, no caso de se usar micros inversores você poderá ter uma maior variação das disposições dos painéis no telhado. Por exemplo:
Um sistema com 10 painéis de 390 w usará normalmente um inversor string de 1 MPPT o que quer dizer que esses 10 painéis devem obrigatoriamente estarem voltados ao mesmo sentido, direção e ângulo. Já se optar pelo uso de micros inversores esse sistema pode ter 5 ou 10 direções diferente (dependerá do tipo do micro inversor usado). Ou seja, caso seu telhado tenha muitos recortes, muitas águas de pouco espaço o micro inversor será uma boa solução.

Não só para direção que se definem suas diferenças. O sistema com micros inversores caso haja alguma interferência no painel, uma sombra por exemplo, ela afetará apenas aquela placa solar que esta recebendo a sombra (ou duas a depender do tipo do micro inversor). Já o inversor string vai interferir toda as placas que estejam nessa série. Utilizando o exemplo anterior dos 10 painéis, se uma sombra estiver afetando 30% da produção de uma placa solar no sistema de inversor string, todas as outras 9 placas também sofrerão essa perda de 30% na produção. Já num sistema com micros inversores só este painel seria afetado, não atrapalhando a produção das outras nove.

O custo beneficio vai dizer qual sistema escolher, visto que, o uso de micro inversores costuma ser mais caro que o uso de inversores “normais” string.